A Colômbia é um país com um folclore imenso que abrange diversos estilos. Aqui você encontra as características das principais danças do território divididas por regiões. Além disso, indicamos em quais departamentos os mais populares são praticados.

Abaixo, você tem um índice com todos os pontos que abordaremos neste artigo.

Costa Caribe

É a região norte do país e local de origem de várias das danças mais importantes do país. Algumas de suas cidades mais importantes são Barranquilla, Cartagena de Indias e Santa Marta.



Cumbia

A cumbia pode ser considerada uma dança negra, já que vem da Guiné Equatorial. Ele tem suas raízes na cultura africana. Os instrumentos com os quais é acompanhado são tambores, gaitas de foles e flautas.

Os músicos são colocados no centro, em uma plataforma. É uma dança em casal. A mulher coloca a mão esquerda na cintura, segurando a ponta da saia, enquanto na mão direita segura uma vela acesa.

Enquanto os homens realizam movimentos mais acrobáticos e expressivos, as mulheres se movimentam com passos curtos e postura ereta. Seu guarda-roupa consiste em uma saia colorida chamada saia, uma blusa, um buquê de flores na cabeça e colares coloridos.

O homem está vestido de branco. As calças têm um franzido nas costas chamado repolho. Sua camisa tem gola redonda e ele usa um babador ornamentado. Eles amarram um lenço vermelho no pescoço e usam um chapéu na cabeça.

Algumas das cumbias mais destacadas são A saia colorida, Tropeçar, A canoa, Fisgado y Colômbia querida terra. Este último é interpretado no seguinte vídeo:

Além disso, dessa dança deriva outra chamada Gaita. Além disso, há algumas, como a Puya, dança do século XIX, que adquiriram elementos da cumbia.

Bullerengue

É representada pelos descendentes dos quilombolas, ex-escravos rebeldes que viviam em liberdade no Palenque de San Basilio, em Mahates, Bolívar.

O Bullerengue é dançado apenas pela mujeres, que cantam ao mesmo tempo. Sua origem é africana, onde fez parte dos atos de iniciação realizados pelos jovens.

Tradicionalmente, é transmitido oralmente de geração em geração. Tem um ritmo marcado, tocado por dois tambores: o chamador e o alegre ou feminino.

As mulheres se movem em posição ereta e dando pequenos passos, que podem lembrar os da cumbia. É uma música festiva e alegre.

https://www.youtube.com/watch?v=GRA3r_7OI1w

Mapalé

Essa dança de influências africanas se espalhou ao redor do rio Magdalena. O mapalé, nome da dança, é também o significado de um peixe que se pesca nesta parte.

Foi representado à noite para celebrar a pesca. Porém, com o passar do tempo foi se modificando até chegar aos dias atuais, em que possui uma forte caráter sexual.

É realizado em pares. Os homens realizam posturas de exibição, enquanto as mulheres se movem eroticamente. Os passos são curtos, o ritmo é animado e eles batem palmas.

Os trajes são frescos e de cores vivas, por se tratar de um ambiente aconchegante. Por um lado, as mulheres usam saias curtas que acentuam seus movimentos. Por outro lado, os homens tendem a ficar sem camisa.

Vallenate

Esta dança folclórica é acompanhada por dois instrumentos de percussão (a caixa e o guacharaca) e o acordeão. Você pode adicionar outros, como violão ou gaita de foles.

É representado como um casal. Dependendo do vallenato, é praticado de forma mais próxima ou separada. Não existem regras rígidas e rápidas: os movimentos ficam por conta dos bailarinos. Encontramos cinco ritmos ou ares musicais diferentes:

  • Merengue
  • Paseo
  • Puya
  • São
  • Tambora

Esta dança é tão importante que é declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. É comum em toda a Colômbia e até mesmo em outros países como México, Equador e Argentina.

cigarro de maconha

É típico dos departamentos de Córdoba, Bolívar, Atlántico e Sucre. Também é muito popular na cidade de Medellín, em Antioquia, onde acontecem importantes festas.

É um dança nativa. Aos poucos, ritmos africanos e depois instrumentos de sopro de bandas militares foram acrescentados. Tem uma medida de quatro por quatro.

Em princípio era individual, embora atualmente seja considerada uma dança de salão de casal. Não há coreografia estabelecida, mas movimentos circulares são executados. Uma das canções mais conhecidas é O vendaval.

Orinoquía

Esta região natural também é conhecida como Planície Oriental. É uma grande planície onde existem rios importantes como o Meta ou o Vichada, que deságuam no Orinoco, que serve de fronteira.

Joropo

Esta dança llanera também é popular na Venezuela. Tem importantes influências de fandango espanhol. Seu nome deriva da palavra árabe xarop, Significado jarabe.

Começa a se desenvolver no século XNUMX. É dançado em pares. O corpo fica parado, mas os pés batem rapidamente. O homem segura as mãos da mulher e faz os movimentos, enquanto a mulher o imita.

Os instrumentos com que se toca a música são a harpa, o cuatro (semelhante ao violão) e as maracas. Existem diferentes tipos que se desenvolveram em cada área, como o joropo oriental, o tuyero ou o andino.

Galley

É praticado em festas populares. É uma dança alegre e cheio de exaltação. Acredita-se que seu nome venha das Fiestas de los Galerones que eram celebradas no século XVII.

O Galerón é realizado a pares, que praticam o footwork. O homem persegue a mulher. Além disso, ela usa um lenço que ela move e com o qual gira em torno dele.

No seguinte vídeo do YouTube podemos ver uma representação realizada por dois casais de jovens bailarinos:

https://www.youtube.com/watch?v=63sYSQ4PdnM

Costa do Pacífico

A Costa do Pacífico é formada por quatro departamentos: Chocó, Valle del Cauca, Cauca e Nariño. Esta região, localizada a oeste, é a mais habitada por descendentes afro-colombianos.

Abozao

É uma dança folclórica do Chocó. É um rito erótico entre um casal, que realiza gestos provocativos, footwork e movimentos sugestivos. É de descida africana. Seu nome deriva da palavra focinho, uma corda para atracar barcos.



Para representá-lo, duas linhas são formadas: uma de homens e outra de mulheres. As dançarinas não se seguram e às vezes o homem rodeia a mulher, que usa saia larga e blusa de manga curta.

Jota Chocana e Caderona

Ambas são danças mestiças, pois mesclam a cultura africana e as danças europeias dos séculos XVIII e XIX.

A jota chocana é uma imitação satírica do jota espanhol. Começou a ser interpretado no século XVIII. É dançado aos pares, um em frente ao outro. Possui algumas diferenças com a versão em espanhol. No colombiano, os movimentos são mais rápidos e abruptos. No entanto, ambos batem palmas.

No caso da caderona, durante a sua execução, uma voz acompanhada por um coro entoa a seguinte letra: «Caderona, venha, meniar. Com a mão no quadril. Caderona, venha, meniar. Oh! Venha, meniar, se apaixonar. "

Currulao e Bunde

Currulao é a dança importante de afro-colombianos neste departamento. Sua história começa com os escravos que trabalharam na mina na época colonial.

É representado aos pares, que se move de forma circular e linear desenhando oitos. É uma espécie de namoro em que o homem tenta fazer a mulher se apaixonar. É executado com a seguinte percussão:

  • bombos
  • Tambores
  • Maracás
  • Marimba

Os mesmos instrumentos são usados ​​no bunde, mas tem um caráter religioso. Tradicionalmente, era praticado em funerais de crianças. Atualmente, só se canta para uma festa. Caso contrário, sua forma instrumental é mantida.

Contredanse

Vem de uma dança europeia dos séculos XNUMX e XNUMX que foi chamada contrariedade, o que isso significa dança de campo. Foi no século XNUMX quando os espanhóis a transmitiram para a Colômbia.

A quadrilha era praticada nos festivais de classe alta. Elegância predominava nela. Durou cerca de uma hora e não houve interrupção em seu desempenho.

Essa representação passou para as classes populares do país através da servidão. É realizado em duplas e tem regras pré-estabelecidas. Entre os instrumentos que o acompanham, encontramos o clarinete e o eufônio. Outras danças de origem europeia são os chotis ou a rumba.

Região andina

Seu nome vem da Cordillera de los Andes, que fica nesta área. Aqui encontramos diferentes grupos culturais, como o Paisa, o Santander e o Cundobiyacense.

Bambu

É a dança mais importante deste território e uma das mais praticadas em todo o país. Eles têm dúvidas sobre sua história, então há hipóteses diferentes que falam de origem africana, indígena ou espanhola.

É outra representação como casal, em que o homem convida a dançar, com quem se cruza para formar um oito. Eles se movem com as mãos na cintura e brincando com um elemento importante: o lenço.

Dentro deste gênero encontramos The Guaneña, uma canção de 1789. Seu autor é o músico Nicanor Díaz, que o compôs em homenagem a Rosário Torres, do qual se apaixonou loucamente. No vídeo a seguir você pode ouvir a música original:

Embora não seja o oficial, é considerado o hino popular de Nariño. Tanto a música quanto a dança são ensinadas a crianças da pré-escola e do ensino fundamental. As roupas utilizadas são tecidos quentes e cores vivas.

Uma variedade importante de bambuco é o Sanjuanero. A música deste estilo foi composta em 1936 por Durán Plazas. É uma dança muito expressiva na qual são feitas oito figuras diferentes.

Whirlwind

O redemoinho vem de camponeses, que expressam com ele seus diferentes sentimentos: amor, religioso, decepção, etc. É praticado em festas, casamentos e romarias.

É realizado por duas pessoas, que circulam. O homem persegue a mulher e ela foge. Depois, os papéis são trocados. É uma dança fácil e espontânea. Portanto, as crianças também podem praticar.

Guabina

A guabina é uma dança do século XIX que vem da Europa, embora com o passar do tempo tenha sofrido algumas adaptações regionais. No passado, foi perseguido pela Igreja Cristã.

Dependendo dos departamentos em que é praticado, encontramos três tipos:

  • Cundiboyacense: em Boyacá e Cundinamarca
  • Veleña: em Vélez (Santander)
  • Tolimese: em Huila e Tolimna

Molho

Apesar de a salsa ter se originado em Cuba no século XNUMX, na Colômbia ela tem grande fama e popularidade. Em todo o país você pode encontrar escolas para aprender a praticar.

A salsa colombiana tem suas peculiaridades, pois é influenciada pelos movimentos africanos e pela cumbia. Alguns dos autores mais proeminentes são Joe Arroyo, Cristian del Real e Los Titanes.

Região amazônica

Esta região está localizada no sul da Colômbia. Faz parte da floresta amazônica, a maior área florestal do mundo. No total, 44 povos indígenas habitam nele.

Betsknaté

É uma dança que se representa no encontro entre as comunidades indígena da região do Alto Putumayo. Nessa cerimônia, as aldeias redistribuem alimentos.

O desfile é liderado por uma pessoa conhecida como maior matachin, que usa uma máscara vermelha e um sino. Esta cerimônia faz parte da festa chamada Carnaval do Perdão.

Neste vídeo, podemos ver as diferentes partes deste importante festival indígena:

Oferecendo dança

É uma performance em homenagem às pessoas que já faleceram. Nele, alguns dos comida que consumiram em vida. Portanto, cada dançarino carrega um prato de madeira.

Os participantes estão dispostos de forma circular. No centro está um homem, em torno de quem gira o resto. A música é tocada com uma flauta e um tambor.

Corredor

É considerada a Dança Nacional, já que não está representada em uma única região, mas em todo o país. Começou a se desenvolver no século XNUMX graças à influência da valsa europeia.

Também é bastante popular no Equador. Pela sua origem, é considerada uma dança mulata. Nasceu como um sinal de alegria após a independência da Espanha, portanto, reflete a liberdade.

Existem dois tipos diferentes, interpretados de acordo com a ocasião:

  • Festejando: é instrumental. É representado em festas e casamentos.
  • Devagar: pode ser vocal ou instrumental. É executado em serenatas.

Foto principal de PACAF.

Este artigo foi compartilhado 164 vezes. Passamos muitas horas coletando essas informações. Se gostou, compartilhe, por favor: