No planeta Terra, existem inúmeras rochas e minerais preciosos que um aventureiro pode encontrar. Tradicionalmente, eles têm sido relacionados à astrologia, especificamente aos signos do zodíaco: Áries com jaspe, Leão com topázio amarelo, Sagitário com lápis-lazúli ... Neste artigo, apresentamos uma lista das rochas e minerais mais preciosos do mundo .

Abaixo, você tem um índice com todos os pontos que abordaremos neste artigo.

Índice de artigos

Lista das rochas e minerais mais preciosos do planeta

ágata

A ágata é uma variante microcristalina do quartzo, especificamente, é uma variedade do mineral calcedônia que apresenta bandas de várias cores da mesma tonalidade, opaca e translúcida.



Este mineral é encontrado em formações vulcânicas de vulcões ativos e seu tamanho pode variar de alguns milímetros a vários metros. Os depósitos mais importantes desta gema estão no sul do Brasil, Estados Unidos, Uruguai, Argentina, Índia e Madagascar.

Aquamarine

Aquamarine é uma joia altamente valorizada na indústria joalheira devido ao seu grande dureza, permitindo uma ampla gama de cortes. Sua cor azul esverdeada, junto com sua cor e brilho, lembra em grande parte a água do mar. Na realidade, esta gema é uma variante do berilo, como é o caso da esmeralda, da qual falaremos mais tarde.

As minas mais importantes onde é encontrada são as do Brasil, especificamente na Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais, embora os exemplares mais procurados possam ser encontrados no. Montanhas de Ural, localizado em Rússia. Existem também numerosos depósitos de água-marinha na Itália, Sri Lanka, Índia e Estados Unidos, bem como em vários países africanos como Quênia, Madagascar, Nigéria e Tanzânia, entre outros.

Alexandrite

A variante de crisoberil conhecida como alexandrite o alexandrite É uma das pedras mais curiosas do planeta devido à sua propriedade mais característica: mudar cor dependendo do ângulo de onde você olha para ele.

O seu peso pode variar entre 3,5-4 ge está cristalizado em prismas rectangulares, simples ou modificados, bem como em cristais laminados, o que faz com que pareça que muda de cor devido aos reflexos nítidos produzidos pelas referidas estruturas cristalizadas.

Para apresentar uma maior quantidade de reflexos, está esculpida em cabochão, que é um estilo de lapidação em que a pedra polida fica arredondada e com a ponta convexa sobre base plana.

Esta pedra preciosa é encontrada em terras ganíticas como as de Minas Gerais (Brasil), a Serra dos Urais (Rússia), a ilha do Ceilão e os Estados Unidos.

Amatista

Ametistas são encontradas no interior de geodes, isto é, a cavidade de uma rocha em cujas paredes estão embutidos minerais de maior ou menor cristalização e projetados para dentro.

Esta rocha é uma variedade macrocristalina de quartzo violeta cuja intensidade varia de acordo com a quantidade de ferro que contém. Além disso, algumas áreas apresentam reflexos amarelos e as pontas podem ficar mais escuras ou degradar-se gradualmente até ficarem incolores.

Ametista é muito suscetível ao calor, por isso, quando aquecido acima de 300 ° C, muda sua cor para laranja, verde, amarelo ou marrom, dependendo da temperatura.

Os principais depósitos de ametista estão localizados na Alemanha, nos Montes Urais (Rússia), Zâmbia, Brasil, no Departamento de Artigas (Brasil), Canadá, Índia, Sri Lanka e Tunísia, Entre outros.

âmbar

A gema conhecida como âmbar, árabe o succino É uma rocha de resina vegetal fossilizada de coníferas e angiospermas. Tem o capacidade de flutuar na água, daí seu nome, que deriva do árabe e significa literalmente o que flutua no mar.

A fonte original de âmbar é a região de mar báltico. A peça mais antiga trabalhada pelo ser humano data de cerca de 30.000 anos atrás e foi encontrada em Hannover (Alemanha). Até hoje, ela pode ser encontrada na caverna Solutrense da Altamira (Santillana del Mar, Cantabria, Espanha), bem como na França, Lituânia, Polônia, Letônia, México, República Dominicana, Nicarágua e Colômbia.

Cuarzo

O quartzo é um mineral à base de sílica. É o mineral mais comum da crosta terrestre, principalmente porque pode ser encontrada em um grande número de rochas metamórficas, sedimentares e ígneas.

Além disso, é altamente valorizado pela esoterismo dado seu valor como um amuleto ou talismã para certos signos do zodíaco, como Áries, Virgem ou Capricórnio.

Ametista ou citrino, entre outras, são algumas das muitas variedades de quartzo coletadas pela gemologia. Existe uma variedade altamente valorizada, conhecida como pedra de cristal caracterizado por ser totalmente transparente e sem defeitos de cor. Esta variante pode ser encontrada em Minas Gerais (Brasil).

Outras variantes de quartzo são: quartzo branco ou leitoso, quartzo fumê, quartzo rosa, quartzo azul, quartzo verde, ágata, jaspe, quartzo marrom, calcedônia, crisoprase ...

Diamante

Diamond é um dos minerais mais valiosos do mundo por suas características físicas e ópticas, todas notáveis. Possui uma estrutura cristalina extremamente rígida que, combinada com sua alta transparência, resulta na aparência límpida e incolor da maioria dos diamantes naturais.

Uma vez que é visualmente muito semelhante ao diamante, o zircônia cúbica sintética É o principal concorrente gemológico do diamante desde 1976, devido ao seu baixo custo e durabilidade. É um material sintetizado rígido, livre de falhas ópticas e geralmente incolor, com poucas exceções. Não deve ser confundido com zircão, que será discutido posteriormente.

Os principais depósitos de diamantes estão na Índia, Namíbia, Brasil, Serra Leoa, Colômbia, Venezuela, Peru, México, Estados Unidos, Gana e África do Sul.

Esmeralda

A esmeralda é outra variedade de berilo, um mineral que contém cromo e vanádio. Especificamente, a esmeralda é verde e sua dureza, segundo a escala de Mohs, varia entre 7,5-8, com peso entre 2,65-2,90 g.

Pela sua raridade, é um dos minerais mais valiosos do planeta. Seu nome, de origem persa, significa pedra verde e sua cor deu nome a uma variante da cor verde conhecida, na verdade, como verde esmeralda.

Existe um depósito no Departamento de Boyacá (Colômbia), mais especificamente nos municípios de Muzo, Chivor, Otanche e Coscuez. Também no Brasil, o deserto oriental de Egito e a Zâmbia, embora em menor grau.

Fluorita

A fluorita é um mineral formado pela combinação de cálcio e flúor, por isso também é conhecido como espatoflúor o flúor. Seu hábito ou aparência macroscópica é romboide cúbica, octaédrica ou dodecaédrica e tem a propriedade física de fluorescência aos raios ultravioleta.

Sua cor, que varia de transparente a opaca, depende do estado de pureza do espécime em questão. Em várias ocasiões, as peças cristalinas apresentam reflexos verdes ou azulados, especialmente quando iluminadas com luz fluorescente ou negra.

Os principais depósitos mundiais de fluorita estão na Espanha, Inglaterra, China, Estados Unidos e México, dos quais este último exporta entre 60 e 75% de sua produção total. Na Espanha, país de grande importância na produção deste mineral, encontra-se principalmente em Astúrias, especificamente nos termos de Ribadesella e Caravia.

granada

A granada é um mineral da mesma cor que o seu nome indica, embora também possa ser encontrada em tons de laranja, amarelo ou mesmo preto. Pertence à família dos silicatos de alumínio combinados com óxido de ferro e magnésio, o que faz com que tenha esta cor granada avermelhada característica.

Existe uma variante desse mineral chamada granada grossular verde, mais conhecido por seu nome comercial: Tsavorite. É uma das três variedades de granada caracterizadas por sua intensa cor verde. Seu nome como Tsavorita data de 1974.

Este mineral é curiosamente mencionado no Biblia sob o nome de carbúnculo. Seu nome deriva do latim granatum, um termo que não se refere à cor, mas simplesmente significa trigo.

Pode ser encontrado em grandes proporções na natureza e, por ter uma aparência semelhante à da Rubi, Geralmente é usado em joias como um substituto para diminuir custos. Um dos depósitos mais importantes é Putian, Prefeitura de Putian, Província de Fujian, China.

Hematita

Hematita, também conhecida como oligista, é um mineral composto de óxido férrico que constitui uma fonte muito importante de ferro, pois em seu estado puro pode conter até 70% desse metal.

Sua cor, devido ao alto teor de ferro, varia de metálica a submetálica, dependendo do brilho, e se parece com pequenos espelhos. No entanto, existe uma variante chamada hematita terrestre que chama a atenção pelos tons avermelhados que mancham a pele ao toque.

A variedade de hematita terrosa pode ser encontrada na caverna de Altamira (Espanha) e na ilha de Elba (Itália), embora sem dúvida o lugar mais marcante seja o planeta Marte, onde a NASA encontrou restos desta rocha em dois lugares: Medidiani Earth e Aram Chaos.

Jade

A rocha ornamental conhecida como jade Desde a antiguidade é um material utilizado para a confecção de utensílios e adornos, razão pela qual com o tempo se desenvolveu um verdadeiro culto a esta rocha. Esta, por sua vez, fez com que os objetos de jade fossem considerados amuletos da sorte.

Durante o tempo do culturas pré-hispânicas da Mesoamérica, comunidades indígenas Como os maias, toltecas, astecas ou olmecas, entre outros, eles o usavam como um símbolo de vida, fertilidade e poder, e era ainda mais valioso do que o próprio ouro.

Nos tempos antigos, foi encontrado no vale de Motagua, Guatemala, especificamente na área da falha de Motagua. Atualmente, ele pode ser encontrado no Vale do rio motagua (Guatemala), onde se localiza uma das jazidas mais ricas do mundo, pois ali se encontram diversos tipos de jade, como jade arco-íris e jade preto com incrustações naturais de ouro, platina e prata.

Kunzite

Kunzita, cuncita ou espodumênio é um mineral cujo nome vem do termo grego spodos, Significado cinzas. Geralmente é encontrado em depósitos onde também são encontrados lepidolitos, quartzo, berilo e turmalina. Além disso, existem duas variedades de kunzita: por um lado, a kunzite rosa e, por outro lado, o kunzita verdeConhecido como hidenite.

Este mineral é um dos mais valorizados dentro do esoterismo, área em que simboliza a externalização da alegria e da serenidade na forma de emoções e pensamentos.

Possui grande importância econômica, pois pode ser utilizado como fonte de lítio e às vezes também é usado como uma pedra fina. Este mineral é difícil de encontrar; no entanto, os mais comuns são os de Peterhead (Escócia), Killiney (Irlanda), Madagascar, Bikita (Zimbábue), Brasil e várias partes dos EUA.



Labradorita

Labradorita, também conhecida como espectrólito É um mineral composto por sódio e cálcio. Seu nome se deve ao fato de o primeiro exemplar encontrado deste mineral ter sido encontrado no península labrador (Canadá). Em espanhol é conhecido por outros nomes, como silicite, radauita, mauilite y carnatita.

Seu outro nome, espectrólito, é devido à iridescência espectral, conhecida como labradorscence, que caracteriza este mineral. Esta propriedade faz com que em cada espécime se observe uma gama de cores, que vai do azul ao violeta, passando pelo amarelo ou laranja, entre outros tons.

Hoje ainda existem depósitos notáveis ​​na península de Labrador (Canadá) e na península escandinava. A sua utilização consiste principalmente na fabricação de cerâmicas, materiais refratários e esmaltes, embora também seja utilizada em joalheria para a confecção de colares.

Lápis lazúli

O lápis-lazúli é uma joia que chama a atenção por sua característica cor azul e é uma das pedras semipreciosas mais apreciadas pelo setor joalheiro desde a antiguidade.

Na Idade Média, o lápis-lazúli era usado para o pigmento azul que fornece, colorido azul ultramarino, na arte ou no setor têxtil para tingir tecidos. Durante a Renascença na Europa, foi muito procurado por grandes pintores como Leonardo da Vinci ou Albrecht Dürer, entre outros.

Existem vários depósitos ao redor do mundo onde esta pedra pode ser encontrada. Um deles é encontrado nas montanhas Hindukush ocidentais no Afeganistão, bem como na Alemanha, Angola, Chile, Estados Unidos, Paquistão, Lago Baikal (Rússia) e o depósito chileno Flor de los Andes.

Malaquita

A malaquita é um mineral composto por quase um 60% cobre. Como o lápis-lazúli, era usado anteriormente como corante; hoje, porém, seu uso se limita a joias.

Malaquita também tem sido usada em Belas Artes, como pode ser visto na Catedral de Santo Isaac, em São Petersburgo (Rússia), cujas colunas são cobertas por placas de malaquita, daí sua cor verde.

Atualmente, a malaquita pode ser encontrada em vários depósitos na Colômbia, Congo (Zaire), norte da África do Sul, Zimbábue, Namíbia, Hungria, EUA e Rússia.

Olho de Trigre

O olho do tigre é o resultado da mistura de diversos minerais, todos oriundos da cores marrons e amarelado. Sua base principal é o quartzo, mas também contém um pouco de limonita e riebeckita.

Essa pedra semipreciosa possui outras variantes, consideradas suas “primas irmãs”: o olho do gato e o olho do falcão. Todos eles são utilizados principalmente em joalheria e como componente em obras artísticas.

Existem várias crenças sobre o olho do tigre, incluindo que um colar ou pulseira feito com este material protege contra o mau-olhado, bruxaria, espíritos e doenças, entre outros, especialmente em religiões mundiais como a Budismo, Islã, Hinduísmo.

O principal depósito do mundo está em África do Sul, especificamente na cidade de Kimberley. Também em Austrália Oeste, Birmânia, Índia, Brasil e Estados Unidos podem ser encontrados neste mineral.

Pirita

A pirita é um mineral composto por enxofre (53,48%) e ferro (46,52%) e possui textura sólida. Seu nome vem do termo grego pir, Significado fogo, porque quando esfrega contra outros materiais emite faíscas.

Devido à sua grande semelhança com o ouro, é popularmente dado outros nomes, como ouro de tolo, o ouro dos pobres u ouropel.

Devido ao seu alto teor de enxofre, a pirita é amplamente utilizada para a produção de ácido sulfúrico por torrefação da pirita.

Algumas das reservas mais importantes de pirita estão localizadas em Espanha, concretamente no rio Tinto (Huelva), cujas jazidas são exploradas há mais de 30 séculos. Outras cidades espanholas são: Cartagena (Murcia), Santander e La Rioja.

rubi

O rubi é um dos diamantes mais procurados no setor joalheiro, principalmente pela beleza de sua cor rosa-avermelhada resultante de uma mistura entre ferro e cromo. Na verdade, seu nome deriva do termo ruber, Significado vermelho Em latim.

Ruby pode ser encontrado em um grande número de depósitos em todo o mundo. Assim, os da Birmânia, Sri Lanka, Madagascar, Tailândia, Brasil, Colômbia, Rússia, China, África do Sul, Austrália, Groenlândia, Península Malaia e Tanzânia, entre outros.

Topázio

O topázio é um mineral freqüentemente usado como gema, com dureza 8 na escala de Mohs. No entanto, ele se quebra com muita facilidade, dificultando o trabalho.

De origem magmática, é encontrada incrustada em pegmatitos e granitos, bem como em cavidades de riolito e veios de quartzo. Seus cristais geralmente são grandes, com dimensões de aproximadamente 80 x 60 x 60 cm.

Os principais depósitos de topázio estão localizados na República Tcheca, Brasil, Saxônia, Noruega, Suécia, Japão, México, Sri Lanka, Burma, Paquistão e Estados Unidos.

turquesa

A característica que mais chama a atenção dos amadores de gemologia em todo o mundo é a cor azul esverdeada, conhecida como turquesa por causa desse mineral. É um mineral raro, o que lhe confere um alto valor.

Por milhares de anos, ela foi considerada uma pedra preciosa e ornamental principalmente por sua cor única. Também é um mineral muito frágil, mesmo em suas melhores versões.

Como mencionado acima, é um mineral raro e de formação secundária. Por este motivo, geralmente é encontrado em regiões desérticas. A maioria das extrações de turquesa são feitas manualmente, seja com pouca mecanização ou diretamente sem qualquer ferramenta de auxílio.

Nos Estados Unidos, pode ser encontrado como subproduto da mineração de cobre, embora as principais jazidas se encontrem na Espanha, mais especificamente em Valdeflorez, El Trasquillón e Logrosán (Cáceres), bem como em Cardeña (Córdoba) e Mazarrón (Murcia).

Turmalina

A turmalina é um mineral que ganhou vários nomes de mineralogistas ao longo do tempo, como elabora, dravita, tsilasite, uvita, rubelita, Etc.

Essa gema já chamou a atenção do filósofo Teofrasto há 2.300 anos, que a chamou lingurião e considerou que tinha a propriedade de atrair palha, cinza ou lascas, entre outras, quando aquecido, o que revelava sua propriedades piroelétricas.

Um dos maiores fãs da turmalina foi a Imperatriz Chinesa Cixí ou Tzishí, que governou de 1860 a 1908. Sua paixão por esse mineral era tanta que agora ele repousa sobre uma almofada feita de turmalina.

A cor da turmalina é muito variável, por isso pode ser encontrada em preto ou rosa, neste último caso considerado um amuleto. Os negros são abundantes no oeste da Península Ibérica. Existe uma variante verde que pode ser encontrada em Brumado, Bahia (Brasil). Outros depósitos são os de Nova Iorque e Lastovietky (República Tcheca).

Unakita

Unakite é um tipo de granito alterado que é composto por epidoto verde, quartzo incolor e ortoclásio rosa. Seu principal depósito está localizado no Cordilheira Unaka (Carolina do Norte, EUA), de onde tira seu nome.

Quando sua qualidade é muito alta, pode ser considerada uma pedra preciosa. Seu uso mais comum é para a produção de peças de joalheria, como cabochões, miçangas e peças lapidárias em forma de esfera, ovo, etc.

Ele pode ser encontrado em rochas e seixos de empilhamento glacial nas margens do Lago Superior, que constitui um dos Grandes Lagos da América do Norte. Além disso, também pode ser encontrado em Serra Leoa, Brasil, China e África do Sul.

Zafiro

Safira é uma das joias mais importantes do planeta e uma das que encabeçam a lista das mais belas junto com o diamante, a esmeralda e o rubi. Também conhecido como ultraleve, Geralmente é encontrado em depósitos ricos em hematita, bauxita e rutilo.

Sua cor azul se deve ao fato de sua composição incluir alumínio, Titânio y ferro. No entanto, ele pode ser encontrado em uma infinidade de tons que variam do vermelho ao amarelo.

Os principais depósitos de safira estão na África e na América do Sul, esta última descoberta recentemente. No Sião e no Sri Lanka, também pode ser encontrado associado a rubis, bem como na Caxemira (Índia) e no centro de Queensland (Austrália).

Zircão

Zircon, também escrito zircão, é um mineral de cor variável, portanto, existem diferentes variantes dele, como Hiacinta, um tipo de zircão amarelado que pode ser encontrado na Índia.

A principal característica do zircão é que ele é o mineral mais antigo conhecido na Terra e um dos mais abundantes na crosta terrestre. A sua formação deu-se a partir da cristalização de rochas magmáticas como o granito ou de algumas rochas alcalinas como o sienito.

Zircões são freqüentemente usados ​​para a produção de joias. Seu principal depósito está em Camboja, perto da fronteira com o Vietnã, embora haja também outros produtores distribuídos entre Sri Lanka, Tailândia, Austrália, Estados Unidos, África do Sul e França, entre outros.

Este artigo foi compartilhado 470 vezes. Passamos muitas horas coletando essas informações. Se gostou, compartilhe, por favor: