Turismo gay ou homossexual refere-se a viagens exclusivamente para a comunidade LGBT. Nos últimos anos vem ganhando força na Europa e na América graças à ampla oferta de cruzeiros, hotéis, spas, bares e praias que hoje existem. A seguir, mostramos a você o destinos gay-friendly mais solicitado.

Abaixo, você tem um índice com todos os pontos que abordaremos neste artigo.

Índice de artigos

Turismo gay ou LGBT: definição, opções e principais destinos

O que é turismo LGBT?

Turismo gay, turismo LGBT, turismo homossexual ou gay-friendly É definida como uma modalidade turística voltada para a comunidade LGBT, ou seja, lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. É especialmente popular na Europa, América Latina e alguns países da América do Norte.



Existem organizações em todo o mundo cujo objetivo é promover o turismo para gays. O mais importante é o Associação Internacional de Turismo Gay e Lésbico, abreviado IGLTA por seu nome original em inglês: Associação internacional de viagens para gays e lésbicas.

A IGLTA é uma rede internacional dedicada a conectar turistas gays de todo o mundo. Paralelamente, tem por objetivo promover a aquisição de boas práticas na escolha de viagens LGBT, tanto para turistas como para empresas que oferecem viagens organizadas, pacotes turísticos, etc.

Na Espanha existe a AEGAL, com sede em Madri, com foco em diversos setores onde há espaço para cultura gay-friendly, entre eles, o setor de turismo. AEGAL é a associação responsável pela coordenação e promoção deste tipo de turismo em Madri 365 dias por ano.

A indústria do turismo gay engloba várias possibilidades quando se trata de viagens, seja nacional ou internacional, tais como:

  • Cruzeiros
  • Hotéis
  • Spas, spas e saunas
  • Bares e restaurantes
  • Locais (pubs, discotecas, etc.)
  • Escapadelas de fim de semana
  • praias

A oferta turística varia consoante viaje em casal ou solteiro. Existem inúmeras ofertas para Solteiros em torno das principais cidades gay-friendly do mundo, bem como hotéis românticos, com ou sem jacuzzi, destinados a passar as férias a dois.

Por outro lado, viajar para ir para parada do orgulho gay Nas principais capitais mundiais é uma opção muito procurada por este tipo de público. Madrid, Estados Unidos, Amsterdã, Londres, Argentina, Alemanha e Israel, entre outros, são os mais gay-friendly na atualidade.

Viagens organizadas para gays

Há um grande número de empresas de cruzeiros que oferecem viagens voltadas especialmente para a comunidade LGTB. É outra forma de conhecer países e desfrutar de uma viagem com tudo incluído em grande estilo.

Uma opção muito boa são os cruzeiros. Ele Great Allure of the Seas, a maior do mundo, faz rotas pelo mar Mediterrâneo e viaja, entre outras cidades, Barcelona, Roma e Nápoles. A duração do passeio é de cerca de 6 dias (5 noites). e tem a fama de ser o maior navio de cruzeiro gay do mundo.

Atlantis Cruises é outra das empresas mais populares em todo o mundo. Esta linha disponibiliza ao público rotas LGTB pelo México durante o Halloween, bem como pela Europa ou Caribe. As opções são infinitas.

Por outro lado, o boom do turismo gay nos últimos anos tem se refletido amplamente em várias praias na Espanha e em outros países. Existem nudistas ou aptos para turismo rural gay-friendly ao redor, dependendo da área onde você está.

Um bom exemplo de praia onde grande parte do público pertence à comunidade LGBT é a de Maspalomas, localizado na Gran Canaria. Maspalomas, incluindo as suas magníficas dunas, é um dos principais destinos não só de Espanha, mas também da Europa. Playa del Inglés é também uma das zonas mais turísticas pela sua vida noturna.

Puerto Vallarta, um destino de férias localizado no México, está gradualmente se tornando mais um dos lugares-estrela para curtir o verão em um ambiente gay. Seu excelente clima, praias e montanhas, junto com o charme do México, fazem dela um excelente destino internacional.

Quando se trata de sair à noite, as várias cidades listadas abaixo oferecem uma grande variedade de vida noturna gay. As opções são infinitas: restaurantes, bares, boates, pubs ...

Todas essas possibilidades podem ser facilmente encontradas em cidades como Oslo, Los Angeles, Madrid, Estocolmo, Bilbao, Noruega y Praga, entre outros. Em Los Angeles, além disso, os turistas podem desfrutar de shows de cabaré, jazz, rock, country ou blues e shows ao vivo.

Existem também os chamados bares gays onde uma clientela predominantemente homossexual se reúne. Esses lugares se tornaram um dos locais preferidos de turistas de todo o mundo quando se trata de conhecer outras pessoas com os mesmos interesses. Outras denominações são: clube gay, pub gay, boliche gay o discoteca gay.

Sobre acomodação, hotéis ou hotéis gays gay-friendly São hotéis especialmente pensados ​​para atender às necessidades do setor LGBT, mas sem excluir o público heterossexual.

A filosofia deste tipo de oferta turística é promover integração de todos os integrantes da sociedade em um ambiente de tranquilidade, respeito e convivência, oferecendo uma ampla gama de serviços para diversão, festas e principalmente a fruição dos usuários.

Existem hotéis gay-friendly até hoje em todo o mundo. A rede de hotéis Axel Possui um grande número de estabelecimentos internacionais.

Além disso, alguns dos hotéis mais famosos da Europa são os Hotel Imlauer Wien, em Viena, o Hotel Arcotel Velvet Berlin ou Hotel Beck's Motor Lodge em San Francisco.

Muitos desses hotéis também incluem um pacote de spa com massagens, sauna a vapor e quente, caixas de relaxamento privativas, jacuzzi, refeitório exclusivo, etc.

O que são marchas do Orgulho Gay?

Marchas do orgulho gay são realizadas em várias capitais mundiais para comemorar o Dia Internacional do Orgulho LGBT, que ocorre todo dia 28 de junho. Também é conhecido como Dia do Orgulho Gay ou simplesmente, Orgulho gay.

Os desfiles e exposições que decorrem durante este festival constituem verdadeiros espetáculos em que milhares de bandeiras gays agitando-se em sinal de identidade deste grupo social.

A festa mais importante na Europa é a de Madri, que é frequentada anualmente por mais de um milhão de pessoas, chegando a dois milhões em 2009, quando ocorreu a marcha Europride.

Da mesma forma, o Parada do Orgulho LGBT de São Paulo recebe entre 2,5-3 milhões de participantes a cada ano. As marchas de Toronto, Cidade do México ou São Francisco, entre outras, são igualmente importantes em todo o mundo.

A relevância que esses desfiles têm para a comunidade gay os torna uma opção turística muito atrativa, portanto uma opção muito aconselhável se você deseja se divertir e conhecer pessoas é viajar para participar de um.

Principais destinos

Os destinos preferidos da comunidade LGBT costumam ser aqueles lugares que se destacam por seu caráter permissivo e liberal em relação aos homossexuais.

Alemanha

Berlim É também um dos pontos fortes do turismo homossexual. Muitos bairros da cidade concentram em si a vida gay da capital alemã. Estes são exemplos dos mais importantes:

  • Friedrichshain
  • Centro
  • Schöneberg
  • Kreuzberg
  • Prenzlauer Berg

A vida noturna de Berlim oferece clubes como o Schwuz ou Berghain entre muitos outros e em junho é celebrado o dia do Orgulho Gay, conhecido como CDS (Dia da Rua Christopher).

Colônia É uma cidade artística e justa, além de um dos centros econômicos e de comunicação mais importantes da Europa.

Os habitantes de Colônia caracterizam-se pelo caráter alegre e pelo senso de humor, atitude que se reflete na celebração de eventos como a marcha do Orgulho Gay. Em última análise, a cena gay faz parte do que esta cidade alemã tem a oferecer.

Argentina

Nos últimos anos, a Argentina passou por uma importante mudança até se tornar um dos destinos gay-driendly mais atraente para a comunidade LGBT, principalmente devido às diversas políticas de inclusão oficial que entraram recentemente em vigor.

Buenos Aires, capital da Argentina, é a cidade onde há mais oferta turística para o público homossexual. Além da celebração do Dia Internacional do Orgulho LGBT, durante o mês de novembro acontecem dois outros grandes eventos: de um lado, a Marcha do Orgulho Gay e o Festival de Tango Queer.

No entanto, o evento mais celebrado de todos é o Festival da Colheita Gay em Mendoza, que ocorre durante o mês de março.

Austrália

Em 1978 aconteceu em Austrália a revolução da comunidade gay, que consistiu em um desfile de protesto contra a ilegalidade da homossexualidade.



O sucesso dessa revolução fez com que em 1984 essa comunidade deixasse de ser punida e, desde então, a Parada do Orgulho Gay continua a ser celebrada em grande estilo em Sydney, onde prevalece a ideia de como se deve sentir orgulho de ser homossexual abertamente.

Sydney tem dois eventos de relevância especial para a comunidade gay:

  • Sydney Gay and Lesbian Mardi Gras: Consiste em um desfile anual realizado na Oxford Street entre o final de fevereiro e o início de março e é classificado como o maior festival gay do mundo.
  • Sleaze ball: é uma festa temática de gays e lésbicas que acontece no final de semana do Dia do Trabalho.

Brasil

O turismo gay está muito presente em São Paulo. O fato de ser a maior cidade da América do Sul significa ter um espírito cosmopolita e estar aberta à diversidade étnica, cultural e sexual. Junto a Rio de Janeiro, São Paulo é uma das principais capitais da comunidade LGBT do Brasil.

Os festivais do Orgulho Gay de São Paulo são apontados como os mais massivos do mundo e sempre possuem um clima festivo de liberdade sexual.

Há também uma série de pontos de encontro gays, como Jardins, localizado na área mais rica e sofisticada da cidade. Dentro desta área, se destacam a Avenida Paulista e a Rua Oscar Freire, onde estão as lojas de moda mais caras e exclusivas.

O Rio de Janeiro, por sua vez, é considerada a capital do turismo homossexual na América do Sul. O povo carioca se destaca pela atitude desenfreada e liberal.

Se existe uma área por excelência onde reina o turismo gay, esta é Ipanema, área onde estão localizadas a maioria das praias, cinemas, teatros, bares, etc. dedicado exclusivamente à comunidade LGBT.

Canadá

Já que a lei que permite o união do mesmo sexo e a adoção de crianças por casais gays, o Canadá se tornou um dos países do mundo com maiores avanços em igualdade.

En QuebecPor exemplo, existe um bairro gay muito popular: o Village. Nele é possível encontrar inúmeros locais de diversão noturna e restaurantes reservados exclusivamente para esse público, a maioria deles localizados na área que vai da Rua Santa Catarina ao Parque Lafontaine. Quebec tem seu próprio festival gay, o Fierté Québec.

En Montreal outra festa com as mesmas características é celebrada, a chamada Divers / Cité, no qual acontecem três eventos principais: o Festival Cultural, dias da comunidade e desfile LGBT.

Em outubro acontece também o Festival Black & Blue, que atrai turistas de todo o mundo por ter uma programação de mais de sessenta eventos.

Espanha

Quando você pensa no turismo gay na Espanha, sem dúvida a primeira cidade que vem à mente é sua capital: Madrid. É uma das principais capitais da comunidade LGBT em escala global e, como tal, é um dos destinos estrela entre os turistas gays.

La Festa do Orgulho Gay Madrid é o mais importante da Europa e ganhou duas vezes o título para Melhor Evento Gay do Mundo. O bairro gay por excelência é Chueca, onde você encontra bares de estilo moderno e sofisticado, lojas de moda e restaurantes gourmet da região. Gastronomia espanhola.

Barcelona É outra cidade muito importante quando se trata de turismo gay. Áreas como o Eixample ou Sitges são, sem dúvida, os pontos mais atraentes para turistas gays. Sitges é um município que se encontra a 45 km de Barcelona e se destaca pelas suas praias de areia fina e águas calmas, onde o melhor hotéis gays na Espanha.

Estados Unidos

O ambiente liberal de São Francisco se tornou notável nos últimos anos, o que, junto com as belas paisagens que a cidade oferece, aumentou consideravelmente seu índice de turistas.

O movimento LGBT consolidou-se nesta cidade no início dos anos 70 e, hoje, possui inúmeros restaurantes, hotéis, pubs e discotecas exclusivas para a diversão dos turistas gays. O coração da cena gay é a Castro Street.

Além disso, Nova Iorque É a cidade americana onde a cultura gay é vivida de forma mais intensa e natural. Existem bairros como o West Village onde existem hotéis e peças de teatro exclusivas para este público, embora não exclusivas.

No entanto, é no bairro de Greenwhich Village onde o orgulho gay é mais celebrado, principalmente devido aos distúrbios que ocorreram em Stonewall em 1959, levando à libertação gay.

França

Paris Tem vários bares e cafés interessantes para a comunidade LGBT, como o cruzamento da Rue des Archives e Ste-Croix de la Bretonerie, incluindo a Rue Vieille du Temple. Mas o epicentro está no Le Marais, o bairro gay mais antigo da cidade.

Bares populares como o Open Cafe, localizado na Rue des Archives, ou o Raidd Bar, na Rue du Temple, e o SlyBar, onde você pode encontrar música, DJs internacionais, gogós e noites temáticas e está aberto 7 dias por semana .

Do mesmo modo, Prazer, capital da Côte d'Azur, é um lugar emblemático cheio de estabelecimentos gay-friendly distribuído entre suas praias, museus, centro histórico, vida noturna, etc.

Grécia

Muitos são aqueles que se referem à ilha de Mykonos como uma meca gay-friendly da Europa. Os habitantes deste local caracterizam-se, sem dúvida, pela sua abertura e isenção de preconceitos. Além disso, Mykonos possui as melhores praias paradisíacas do Mar Egeu.

Ornos, Platis Gialos, Psarou, Paradise e Super Paradise são as cinco praias de Mykonos mais frequentadas por turistas gays de todo o mundo.

Enquanto os três primeiros tendem a ser mais relaxados, os dois últimos são ideais se você estiver procurando por festas e comemorações com estilo. Outras praias perfeitas para o público LGBT são Elia, de areia quase branca, Agrari e Lia, entre outras.

Israel

Ao contrário do que pode parecer à primeira vista, Tel Aviv, A segunda maior cidade de Israel, está entre os melhores destinos gays do mundo.

Esta cidade, que foi classificada pela estrela de Hollywood Claire Danes como o mais intenso do mundo, tem as festas noturnas mais sofisticadas do mundo gay.

Um dos lugares-estrela da comunidade LGBT em Tel Aviv é o bairro de Nanuchka, que nunca pode faltar a todo turista gay que viaja para Tel Aviv, já que lá é possível encontrar lugares para jantar, sair para beber até altas horas da madrugada e até dançar em um strip pole.

Nesse bairro, a rua principal é a Calle Lilienblum, onde ficam bares como o Shesek e até um bar catalão chamado La Champa.

Holanda

Amsterdã é uma cidade europeia famosa por seus tolerancia, o que pode ser observado em diversos aspectos do panorama social e, especificamente, na gay-friendly. Como Mykonos, Paris, Madrid ou Londres, Amsterdã está na lista dos destinos LGBT mais importantes da Europa.

O centro da cidade possui mais de cem vagas para o público homossexual, entre bares, cafeterias, cafeterias, restaurantes, saunas, hotéis ou até livrarias.

Há também um posto de turismo exclusivo para conhecer a oferta turística gay-driendly que podem ser encontrados em toda a cidade: o Centro de informação turística gayBem como Pink Point, localizado próximo ao monumento gay Westermarkt.

Reino Unido

Londres é a maior cidade europeia e uma das mais movimentadas do mundo por turistas de todos os grupos sociais.

Embora o mais comum seja visitar os locais mais tradicionais como o Big Ben, a Torre de Londres ou o Museu Britânico, entre outros, a verdade é que Londres tem um dos bairros mais completos em termos de turismo gay-friendly: falamos de Soho.

Soho é um labirinto de ruas estreitas e passagens, mas existem bares muito populares na comunidade LGBT, como A beira ou Ku Bar, que funcionam como restaurante durante o dia e se transformam em boate ao cair da noite.

A área que abrange Old Compton Street, Chinatown e Oxford Street é outra área favorita dos turistas gays, especialmente no verão, quando o Orgulho Gay reina em toda a paisagem. Nessas áreas, você também pode encontrar o bares lésbicas o mais importante: a barra de chocolate e a sociedade amigável.

Este artigo foi compartilhado 204 vezes. Passamos muitas horas coletando essas informações. Se gostou, compartilhe, por favor: