A gastronomia do Brasil inclui uma grande variedade de pratos e sabores, entre os quais se classificam três grandes influências: indígena, europeia e africana. A maioria dos ingredientes e pratos típicos do Brasil pode ser encontrada hoje em qualquer cidade que visitamos no país.

Abaixo, você tem um índice com todos os pontos que abordaremos neste artigo.

Índice de artigos

Comidas típicas do Brasil: pratos principais e sobremesas

Pratos típicos do brasil

Um dos ingredientes mais típicos dos pratos tradicionais brasileiros é a carne bovina. Pratos fritos também são muito frequentes, como é o caso do acarayé ou Coxinha, dois dos petiscos mais populares de origem brasileira. O uso de peixes e frutas como a mandioca também é muito frequente, como você pode ver na lista a seguir dos principais pratos do Brasil.



Carne do sol

Este prato, também chamado Jaba, consiste em carne seca que foi previamente exposto ao sol por pelo menos quatro dias. Por necessitar de clima seco, este prato é mais comum nas regiões semi-áridas do Nordeste brasileiro, como Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, etc.

No vídeo a seguir, você pode ver como a carne-de-sol é preparada em detalhes:

Estima-se que a origem desta técnica de preparo de carnes remonta ao período Pré-história, especificamente, o primeiro comunidades indígenas do Brasil. Esses grupos de pessoas usavam esse método de cozimento simplesmente porque não tinham dinheiro para conservar alimentos. Portanto, o processo de salgar e expor a carne ao sol foi o mais eficaz.

Além da carne-de-sol, há dois outros pratos de carne salgada: carne-seca e charque. Embora os três pratos possam ter a mesma aparência, a diferença entre eles está na forma como são preparados.

A carne desidratada requer maior quantidade de sal e mais tempo de exposição ao sol, enquanto a carne suína é acondicionada em embalagem plástica a vácuo, exigindo um processo de preparo mais elaborado.

Acarayé

Em português chamado acarajé, consiste em pãezinhos grossos feito de feijão branco e cebola que foram deixados para descansar da noite anterior. É frito em óleo de palma e servido com molho, que pode ser vatapá, creme de camarão seco ou cururu de feijão verde. É um prato bem típico da Bahia.

A origem desta espécie de pão é provavelmente africana, especificamente, o comunidades indígenas da África que emigrou para o Brasil. Assim como o candombié, o acarayé está relacionado às tradições religiosas afro-brasileiras. Geralmente é tomado como aperitivo na hora do lanche.

Coxinha

Este prato é antes um tipo de aperitivo muito consumido no Brasil, assim como na cozinha portuguesa. O fim coxinha significa literalmente em portugues coxa, porque é preparado com peito de frango (conhecido na região como frango).

Depois de frito, o peito de frango é embrulhado numa massa, para que seja empanado. Por fim, são fritos em bastante óleo. O resultado é semelhante aos croquetes populares na tapas espanholas. Eles geralmente são comidos mergulhados em molho apimentado.

Moqueca

Também conhecido como Moqueca de Peixe, é preparado com peixes, sal, especiarias e ervas que variam de acordo com a região. Geralmente é marinado com cebola, pimenta, tomate e folhas de coentro, bem como leite de coco e óleo de palma (azeite de dendê em português). Não se utiliza água para cozinhar e seu preparo requer tempo. Se você quer aprender a se preparar Moqueca de Peixe, você pode fazer isso com o seguinte vídeo:

Como muitos outros pratos tradicionais brasileiros, a moqueca é da origem indígena. Originalmente era preparado com folhas de várias árvores e, portanto, hoje existem duas variantes. Por um lado, encontramos o moqueca Baiana, cujo estado de origem é a Bahia, localizada na Região Nordeste do Brasil. Por outro lado, encontramos a Moqueca Capixaba, originária do Espírito Santo, a sudeste.

Além disso, o moqueca Capixaba É uma variedade de moqueca do estado do Espírito Santo. O ingrediente que diferencia essa variante da moqueca é o urucumTambém conhecida como urucum (em espanhol, achiote), um tempero amarelado-avermelhado. O peixe normalmente utilizado para o seu preparo é o robalo, que é cortado em rodelas grossas, lavado e temperado com sal e limão. Além disso, adiciona-se tomate, cebola, coentro, alho picado, óleo, café achiote em pó e caldo de peixe.

Tapioca

A chamada tapioca É um prato popular em outros países da América Latina, por exemplo na gastronomia venezuelana. Também conhecido como mandioca mandioca ou simplesmente, casabe o mandioca, é um tipo de pão crocante feito de iúca.

Para o seu preparo, é assado na grelha, no budare ou no forno. O resultado é um pão sem fermento, crocante, fino e de aparência circular.

Estima-se que seu consumo tenha começado já em tempos pré-hispânicos, porque a mandioca era, junto com o milho, a principal cultura da região. A tapioca ou casabe era uma das principais fontes de alimentação dos indígenas.

tucupi

Tacacá é uma sopa de jambú e capim tucupí, que consiste em um caldo feito com mandioca e camarão. Costuma ser servido em jarra e é tradição não usar talheres, mas pegar com os dedos. São dois os pratos principais com os quais se utiliza este tipo de sopa: a Tacacá no tucupi e do Pato no tucupí.

No primeiro caso, o principal ingrediente desta espécie de sopa chamada Tacacá no tucupi, tradicionalmente servido em uma jarra, são os camarones. O mais tradicional é dar um gole, trazendo os lábios até a tigela e bebendo em pequenas porções. Isso porque para levar da forma tradicional, você não deve usar nenhum utensílio, então na hora de pegar o camarão você usa os dedos.

Em relação ao Pato no tucupí, Seu principal ingrediente é o caldo de Tucupí, que é preparado com um molho amarelado de mandioca silvestre, e é temperado com uma erva chamada jambo. É um prato que se cozinha no forno. Para o seu preparo é necessário um pato grande, cebola cortada em rodelas, alho, bacon, tomate, vinagre, louro picado, café com cominho, pimenta, azeite, agrião, tucupí e farinha de mandioca torrada.

Pão de Queljo

Uma das especialidades da culinária mato-grossense são os Pães de Queijo, isto é, eles são pãezinhos de queijo feito com farinha finíssima e queijo minas, uma variedade de queijo muito popular no Brasil.

Para preparar este tradicional pão de queijo do estado de Minas Gerais, você precisa de um copo de leite, óleo, água, amido de mandioca agridoce, ovos e 300-400 g de queijo minas.

Queijo Coalho

El Queijo Coalho É um aperitivo típico da comida brasileira em geral e da região Nordeste do Brasil em particular. Estes tiras de queijo frito São feitos com queijo pasteurizado, feito com leite de vaca fermentado. Seu sabor pode ser descrito como ligeiramente salgado e sua textura é espessa e macia.

O mais comum é tomar como aperitivo e, na verdade, costuma ser vendido em algumas praias do Brasil em barracas de rua. Seu preço costuma ser muito barato. O sabor deste queijo depende do tipo de ingredientes com que é preparado, embora os mais típicos sejam os orégano e do ele.

Feijoada

Considerado um prato nacional, é feito a partir de feijão preto combinado com carnes defumadas ou salgadas, geralmente carne de porco. São servidos com farinha de mandioca, banana frita, couve picada, arroz ou laranja. Você também pode adicionar outros ingredientes, como ovos e salsichas.

Uma curiosidade sobre este prato é que, tradicionalmente, é servido às quartas e sábados, então hoje em dia você pode saborear a feijoada na grande maioria dos restaurantes da região sul do Brasil.



Churrasco

Este prato consiste em rosbife grelhado ou grelhado. Embora seja um prato muito comum também em outros países da América do Sul, como Argentina ou Bolívia, no Brasil o elemento que o caracteriza é que costuma ser acompanhado de farinha de mandioca e molho de tomate. É tradição grelhar carne com espadas.

No vídeo a seguir você pode ver do início ao fim como é o processo de preparação de um bom churrasco brasileiro:

Existe um tipo de churrasco chamado picanha, porque a parte que é cozida nesse caso é o dorso do lombo de vaca. Esta parte do boi é a carne mais apreciada em todo o país. Costuma-se cozinhá-lo na churrasqueira, ou seja, em uma churrasqueira ou churrasco.

bebidas

Os sabores das bebidas típicas brasileiras caracterizam-se por serem os mais exóticos ao paladar. Para o seu preparo, o açúcar fermentado e as frutas tropicais estão muito presentes. Mais do que bebidas, seria mais adequado falar em cocktails refrescantes e doces. Abaixo listamos os mais conhecidos.

Caipirinha

Adaptado para o espanhol como Caipirinha, este coquetel é preparado com base em cachaça (cachaça em espanhol), que é obtido a partir da destilação de caldo de cana fermentado. O outro ingrediente básico da caipirinha é o limão, que também costuma ser cortado em rodelas para decorar o copo.

guaraná

Guaraná é um bebida energética com gás que é feito com semente de guaraná moída. Contém cafeína e também é consumido em outros países da América do Sul, como o Paraguai. Foi comercializado sob as marcas Brama y Antártica.

Milkshake de coco

O batido de coco é uma bebida muito fácil de preparar e tem como ingrediente principal o coco e o leite, ingredientes aos quais se adiciona açúcar (geralmente mascavo) e tudo se esmaga. Por fim, costuma ser servido com canela polvilhada.

Sobremesas

Coco, chocolate, leite condensado, maracujá, leite ... possivelmente estes são os ingredientes mais utilizados no preparo das tradicionais sobremesas brasileiras. Isto, mais uma vez, dá um toque do mais exótico a estes pratos doces adequados a todos os tipos de paladares. Continue lendo se quiser saber quais são as principais sobremesas e doces no país do samba.

Coco beijinho

El coco beijinho o kisses de coco é uma sobremesa que não pode faltar quando se fala em sobremesas típicas brasileiras. Na verdade, é uma espécie de brigadeiro que é feito de leite condensado, manteiga e coco. Tudo isso é cozido em fogo médio. O truque durante o cozimento é mexer sem parar, para que a mistura não queime e adquira a textura típica desta sobremesa.

Depois que a mistura estiver cozida por cerca de 15 minutos, deve-se deixar descansar por mais um quarto de hora. Passado este tempo, veremos como a mistura fica espessa e é mais fácil retirá-la da panela ou recipiente onde os colocamos. Depois, é fazer bolinhas com essa massa e polvilhar coco ralado em cima. Tradicionalmente, o toque final é fornecido por um cravo.

brigadeiros

Os brigadeiros, incorporados à gastronomia brasileira a partir de cerca de 1940, são um doce bem típico do Brasil, principalmente do Rio Grande do Sul, onde são conhecidos pelo nome de negros. Embora seja uma sobremesa típica em todo o país, é especialmente popular no festas de aniversário juntamente com o Beijinho e do cajuzinho.

Enfim, o brigadeiro faz parte da cultura brasileira a tal ponto que se tornou um ícone nacional. É preparado de norte a sul e é adequado para qualquer paladar. Em alguns jantares especiais, pode atingir o estatuto de prato "gourmet" se for feito com ingredientes especiais.

Além disso, tem a vantagem de ser muito simples de preparar. Quanto aos ingredientes necessários para o seu preparo, é necessário leite condensado, chocolate em pó, manteiga e chocolate granulado.

Maracujá

O maracujá, também chamado de maracujá, é a carambola da culinária brasileira. Com ele, são feitos inúmeros pratos e sobremesas típicas brasileiras.

De qualquer forma, talvez os que mais se destaquem sejam, por um lado, os mini bolinhos de maracujá e coco e, por outro, a mousse. Para a preparação dos minibolos, também são adicionados extratos de baunilha e gelatina em pó ou em folha.

Já a mousse de maracujá, como outras mousse mais comuns, como chocolate ou limão, a mousse de maracujá é feita com creme, embora haja quem prefira fazê-la à base de clara de ovo e suco espremido. maracujá.

Para a sua preparação, a receita tradicional inclui leite condensado, creme ou creme pesado e gelatina sem sabor. Claro que são necessárias entre 2 e 8 unidades de maracujá, dependendo sempre do número de comensais, mas é muito importante que a presença desta fruta seja abundante, pois afinal é o ingrediente principal.

munguzá

Essa sobremesa é muito parecida com o tradicional arroz doce espanhol, com a diferença de que também se adiciona milho doce ao munguzá e é feito com leite de coco. Segundo a receita tradicional, os grãos de arroz devem ser esmagados um pouco antes de servir.

Esta sobremesa é original do Região Nordeste do Brasil, onde é consumido ao longo do ano ao contrário das outras sobremesas à base de arroz, que tendem a ser mais típicas durante as Festas Juninas. No sudeste do país, por exemplo, é denominado canjica.

Romeo y Julieta

Chamado Romeu e Julieta Em português, esta sobremesa é chamada desta forma peculiar porque nasce da união de dois elementos opostos: o cream cheese e o cream cheese. goiabada ou, o que dá no mesmo, goiaba doce.

Na verdade, essa sobremesa tem sua origem na gastronomia de BulgáriaAté a receita que se segue no Brasil é exatamente a mesma que na Bulgária.

A principal vantagem dessa sobremesa é que seu preparo é muito simples, já que são necessários pedacinhos de goiaba doce e queijo branco em pedacinhos. Tudo isso embrulhado em massa filo, misturado com ovo e açúcar e frito em óleo.

Pudim de leite

Esta é mais uma das sobremesas brasileiras em que o leite condensado é um dos principais ingredientes. Além dos brigadeiros, os brasileiros usam esse ingrediente para preparar os chamados pudim, que nada mais é do que um pudim de leite. Em suma, é um dos Sobremesas estrelas brasileiras.

Para preparar esta deliciosa sobremesa cujo resultado final se caracteriza pelo seu formato arredondado com um furo no centro, você precisa de açúcar, leite morno, leite condensado e ovos. Finalmente, uma vez finalizado o processo de cozimento do pudim, é comum adicionar caramelo líquido por cima.

Este artigo foi compartilhado 1214 vezes. Passamos muitas horas coletando essas informações. Se gostou, compartilhe, por favor: